A tendência atual na construção de novos apartamentos é manter espaços reduzidos, modelo que vem sendo usado por muitas construtoras.

Pensando nisso resolvi apontar algumas dicas para otimizar esses espaços. Vamos lá?

1- Antes de comprar os móveis pense nos espaços de circulação, dentro do apartamento. Muitas pessoas compram aqueles móveis que sonham, que depois podem se tornar um pesadelo, não sendo adequados para aquele espaço.

Observe o móvel da foto da esquerda não atrapalha na a circulação e da segunda foto, consegue-se circular tranquilamente ao redor da mesinha de centro.

2 – Se couber no seu bolso, a marcenaria sob medida, os móveis planejados, podem ocupar os pés-direitos totais e aqueles “cantinhos” nos quais um móvel pronto, muitas vezes não caberia.

 

 

 

 

 

 

 

 

3 – Opte por móveis multifuncionais, assim você pode ter espaços mais práticos e evita aqueles cômodos cheios. Um bom exemplo é uma mesa lateral que pode ser usada para lanches na sala ou um puff, um assento extra na chegada de visitas, ou ainda apoio para os pés.

4 – Verifique se seu apartamento tem um pé direito ideal para rebaixo de gesso, pois ambientes pequenos e com teto rebaixado podem dar sensação de serem apertados e menor do que realmente são. Existem muitos tipos de luminárias, arandelas e abajures que podem iluminar muito bem todo o espaço, sem necessidade de rebaixo de gesso.

5 – Procure utilizar um único tipo de revestimento no piso do apartamento. Isto faz com que os espaços aparentem únicos e amplos.

E vai aí uma DICA EXTRA super legal.

6 – Utilize espelhos em alguns espaços. Estes também fazem aparentar amplitude ao ambiente. Mas não abuse muito, pois pode parecer um pouco confuso.

Observe que na foto da esquerda existem espelhos em dois lugares, aparentando o ambiente ser maior do que é, mas dá uma sensação de que possuem mais luminárias e te deixa perdido. Já na foto da direita o espelho aparece como um adorno lindo, com tamanhos diferentes. Um charme!!

 

Todas as fotos foram retiradas do Pinterest, para produzir este post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *